Viajar é preciso

IMG_1032

Recentemente uma amiga resolveu fazer sua primeira viagem solo. Arrumou a mochila, pegou a bicicleta e “foi-se”.

Voltou dizendo que todo mundo deveria viajar sozinho pelo menos uma vez na vida.

Eu já viajei sozinha, acompanhada de família, amigos, e também de gente que mal conhecia.

Em todas as vivências tem-se  benefícios e perdas. Se por sua vez ao viajar com família tem todo conforto do roteiro planejado, também perde-se alguma espontaneidade.

Ao viajar sozinho tem uma grande flexibilidade de se fazer apenas o que quer, a hora que quiser, mas também perde-se o companheirismo, dividir aquela vista com alguém ou ainda aquela foto.

Esta minha amiga diz que foi bom viajar assim para aprender a se virar, a dar um jeito, planejar e errar.

Eu sei que viajar sozinho expande nosso auto conhecimento. Nos encontramos fora do Ninho, do lugar de conforto, perto da família e dos amigos, e então é que começamos a nos separar do contexto de casa e passar a entender-se por si só.

Quando fui para o projeto da Missão (The World Race) tive que conviver com 50 pessoas que mal conhecia, ficando em um país por mês. Foi um tempo muito grande de entender melhor o que acontecia em mim, o que me irritava, quando e como; e por quê me sentia de tal ou tal jeito.

Muitas vezes o que nos irrita, talvez seja porque também fazemos e não conseguimos enxergar, enxergamos apenas no espelho, no outro emitindo tal comportamento. Então à auto análise, ou auto consciência (a self awareness que meus amigos americanos amam falar à respeito) se torna crucial para viver bem, não só na viagem mas em todo cotidiano, em toda vivência.

 

Segue aqui algumas perguntas para ajudar no auto conhecimento:

Quais são suas cinco melhores qualidades?

Você tem usado essas qualidades em sua vida hoje? Por que ou Por que não?

Quais são suas 3 maiores fraquezas ?

Qual dessas fraquezas te causa mais problema?

Suas fraquezas afetam apenas você ou outros também?

O que você pode fazer para que suas fraquezas parem de afetar outros negativamente?

Que situações da vida você sente mais medo? Qual sua resposta típica ao medo?

O que te dá energia?  O que te drena?

Um beijo de Paz

 

 

 

 

 

 

 

4 thoughts on “Viajar é preciso

  1. Ahhhh não! Pára tudo! Você tinha comentado q tava começando um blog, mas eu NÃO sabia que já tinha o mesmo, e ainda que JÁ tinha se referido a mim nele!!!
    Quanto amor! Pois é amiga, essas questões sempre estão a minha mente, e o auto conhecimento da nossa mente é exatamente isso, e nada fácil ser sincero conosco mesmo. Eu amei mesmo a minha viagem sozinha, porém de bicicleta eu não faço outra não. Agora a pé… Provavelmente farei 🙂
    Te amo!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s