A cor da minha pele

A desigualdade mora aqui também.

Do outro lado do (meu) Mundo, saindo de onde infelizmente a minha cor ainda me dá outro valor, outro olhar e outro tratamento, chego aqui onde ser branco também é sinônimo de beleza, riqueza, e ao mesmo tempo de abuso de poder.

Aqui o branqueador não está na pasta de dente, está no sabão de tomar banho, no hidratante de corpo. Eles desejam ser brancos. Aqui eles não ficaram com ódio dos colonizadores que os exploraram por anos, aqui ainda desejam ser parte desse grupo favorecido, tem curiosidade nesse tom de pele pálido e ainda associam que a cor deles não é boa o suficiente. Quanto mais claro mais bonito, e ainda escuto—“ Se não for bonita igual Daniela, (branca e loira) precisa sempre passar maquiagem para ficar apresentável.”

Meu coração estarrecido, doendo em mim que a beleza se associa ao tom da pele nesse lado do mundo, onde a maioria de fato não é branca, mas tem um tom de pele bronzeado digno de propaganda de verão.

A desigualdade mora aqui também.

Mora lá e mora aqui e em nenhum desses lugares eu consigo ficar na casa onde todo mundo é igual. Aonde não tem diferença.

Mas ontem, hoje, e espero que não amanhã, ainda estou na casa de cima. Não sei exatamente quem me colocou lá, e tento, tento sair mas os da casa de baixo e da casa de cima não me deixam.

Parace que nesse mundo não se pode trocar de lugar.

Mas espero que isso não seja verdade, que um dia eu possa descer ou eles subirem ou melhor ainda que não tenham casas diferentes, que não tenham escadas, mas que todos fiquem no mesmo andar.

Utopia minha talvez, sim talvez…

Mas por quê não?

A minha esperança é que um dia todos esses conceitos se extinguirão, e estaremos todos juntos na presença do nosso Criador, que para Ele somos todos iguais e a beleza não está fora, não importa a cor da nossa pele, mas o que está dentro, a cor do coração.

img_4264
Ok?

Esperança vive?

Esses dias estava ouvindo um podcast do Steven Furtick e ele contava que passa por um aconselhamento de vez em quando, e que o terapeuta disse que depressão tinha uma definição técnica, mas que uma das definições práticas seria:

“Quando se perde a expectativa e a perspectiva que as coisas podem mudar e melhorar”

Forte pensar nessa frase, não?

Quando perdemos a esperança de que o amanhã pode ser melhor, quando desacreditamos que as pessoas podem mudar, que nós mesmos podemos melhorar…

Quando deixamos as questões da vida nos afundarem e não conseguimos colocar a cabeça pra fora e enxergar que a margem está perto.

Acho uma das coisas mais difíceis conversar com alguém próximo que esteja afundando nessa perspectiva, ‘Nada vai mudar, sempre vai ser assim, isso não tem jeito…’

Mas sempre tem um jeito, certo?

13557761_10154278624174522_2314325203817625545_n

 A manhã sempre vem, o sol sempre se põe e vida sempre continua, de uma forma ou de outra, a vida sempre continua.

Nossa perspectiva pode mudar, e mudar muito, como o barco vai andar no curso do Rio.

Sei que todo mundo fala muito – ‘Pense Positivo, as coisas vão melhorar’- mas fato é que pensar positivo é um princípio a ser seguido. Meu pensar, minha perspectiva, muda como vejo e enxergo minha vida.

A bíblia fala do poder de nossa palavra, então eu pergunto e o poder de sua Palavra dentro da sua mente?

Como anda sua perspectiva?

Renove seu pensamento e lembre-se que amanhã é sim um novo dia!

Comece aos poucos mas mude hoje, mude seu pensar primeiro e então verá que logo as coisas estarão mais claras e quando menos perceber irá sentir os pés já na areia.

Lembre-se que a nossa esperança vive. Vive em nós e podemos acessá-la em qualquer momento.

Beijos de esperança e amor.

“mas aqueles que esperam no Senhor
renovam as suas forças.
Voam alto como águias;
correm e não ficam exaustos,
andam e não se cansam.”

Isaías 40:31